quarta-feira, novembro 16, 2011

Dicionário Português-Madeirense

Palavras:
Abicadoiro precipício
Abicar deitar ao chão,
Aprumar toma juízo;
Atarracado atrofiado
Atopir enterrar;
Azógar morrer, geralmente aplicado animais
Azogue íman;
Bilhardeira coscuvilheira, alguém que passa a vida contar os segredinhos e mentirinhas da vida dos outros.
Bizalho pintainho;
Bragado habitante de Santana, são pessoas muito simpáticas, inteligentes, etc. ,etc. …
Bordão algo parecido com um cajado, pode ser usada como bengala ou para dar tareias nos putos  ;
Buginho cachorrinho;
Buzíco puto;
Buzina brisa muito fria (*)
Breca - fazer uma birra;
Cageirão pequeno recipiente de metal;
Cambado coxo, aleijado;
Cambriola cambalhota;
Canalha putos, miúdos… (*)
Carreira correr (dar uma carreira = correr)
Carroulo parte de trás do pescoço;
Catamôlho miúdo, puto;
Catrapilha escavadora;
Chavelha habitante de Câmara de lobos, é algo próximo a um “habitante de Chelas”… se virem um fujam!!!
Debadoira algo k oscila
Escanchar abrir as pernas
Escarnecer difamar, fazer troça de alguém
Espinhos borbulhas(*)
Esvarar escorregar
Forrica diarreia;
Furado túnel (*);
Giga cesto de vimes usado para transportar comida;
Guane fertilizantes químicos
Horário autocarro (*)
Jogar atirar ou derrapar(*)
Matina pequeno almoço
Molhelha é uma cena de colocar na cabeça para facilitar o transporte de objectos ás costas;
Olho-de-boi lanterna a pilhas;
Patinhar pisar algo
Pedoa ferramenta para apanhar erva, é como uma foice mas sem dentes;
Pineco pintainho;
Pisar magoar (fisicamente) (*)
Relaxado má pessoa,(*)
Rês vaca
Restolho cobertura da casas típicas, palha de trigo seca;
Revesso mal criado, mal comportado;
Roeza fome;
Rovalhar chuva miudinha;
Semelado calado, introvertido;
Semilhas batatas;
Soquete puxão ou pancada ;
Trapicho casa de malucos, ou simplesmente uma “loucura”
Tarraço alguém que anda sempre na borga, bebado;
Vilhão pessoa que mora no campo;
(*) para além do significado comum.

Expressões:


Agora arrota” Significa apanhar com as consequências mas num tom de “toma lá k já almoçaste!”
Assubensu (“a sua benção”) é uma espécie de comprimento que se dá aos familiares (tios, avos, padrinhos); ,já não se usa muito.
Dieus t’abensaue (Deus te abençoe) é a resposta a “assubensu”
Vasilha torta alguém que só faz asneira ou algo parecido com isso…
Talvinaum (talvez não) resposta simpática (ou irónica) para não contrariar alguém..
Fazer d’arrebendita fazer algo de propósito, por vingança.
BenzateDeus! expressão de admiração…
Ah canas! expressão de admiração, também conhecida na versão “ah cão!”
Qdo o burro não pode, a culpa é da molhelha. alguém que não quer assumir que a culpa é sua e por isso desvia as culpas para outro.
Vilhão não pode ver sem tocar com a mão. diz-se geralmente quando alguém mexe no que não deve.
Filha da pêra / sacola / sacrista expressões que são ditas para não dizer coisas piores….
De cangalhas virado ao contrario, de pernas para o ar.
“Caminho do carro” estrada (por onde passa o autocarro).

1 comentário:

susena kishan disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

LinkWithin

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin