domingo, fevereiro 03, 2013

afasia

Afasia


A afasia é uma perda da capacidade para utilizar a linguagem devido a uma lesão na área do cérebro que a controla.
As pessoas com afasia estão parcial ou totalmente incapacitadas para compreender ou exprimir as palavras. Em muitas, o lobo temporal esquerdo e a região adjacente do lobo frontal são os que controlam a função da linguagem. Qualquer parte desta área reduzida que sofra uma lesão (por um icto, um tumor, um traumatismo craniano ou uma infecção) produz uma interferência, pelo menos, em algum aspecto da função da linguagem.
Os problemas da linguagem têm muitas formas. A variedade dos defeitos possíveis reflecte a complexidade da função da linguagem. Uma pessoa pode perder somente a capacidade para compreender as palavras escritas (alexia), enquanto noutras se observa uma incapacidade para nomear os objectos ou reconhecer os seus nomes (anomia). Algumas pessoas com anomia não se recordam em absoluto da palavra correcta, outras podem tê-la na ponta da língua, mas não conseguem exprimi-la. A disartria é uma perturbação da articulação da linguagem. Embora a disartria pareça um problema de linguagem, na realidade é causada por uma lesão na parte do cérebro que controla os músculos utilizados para emitir sons e coordenar os movimentos do aparelho vocal.
As pessoas com afasia de Wernicke, uma perturbação que pode ser consequência de uma lesão do lobo temporal, parecem falar com fluidez, mas as frases expressas são uma série de palavras sem ordem e confusas (às vezes são referidas como sopa de letras).
De um modo geral, as pessoas com afasia de Broca (afasia de expressão) entendem o que se lhes diz e sabem como devem responder, mas têm dificuldades em exprimir as palavras. As suas palavras articulam-se lentamente e com grande esforço e são frequentemente interrompidas por algumas sem sentido.
Uma lesão que afecte ao mesmo tempo o lobo temporal esquerdo e o frontal pode inicialmente causar o emudecimento quase total. Durante a recuperação desta afasia completa (global), a pessoa tem dificuldades em falar (disfasia), em escrever (agrafia ou disgrafia) e em compreender as palavras.
Os terapeutas da linguagem podem ajudar, com frequência, as pessoas que desenvolvem uma afasia como consequência de um icto, de um traumatismo craniano ou de outra causa de perturbação da linguagem. De um modo geral, o tratamento inicia-se quando o estado de saúde da pessoa o permita.

Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin