quarta-feira, dezembro 30, 2009

T-Shirts personalizadas com lixívia! AH POIS É!!!!!!

Ora bem pessoal,
descubri este método há uns meses na net, numa pagina de "arts n crafts" em que explicavam como tingir uma t-shirt com lixívia. claro que me vieram à cabeça logo varias ideias, mas só hoje tive oportunidade de fazer e documentar uma t-shirt personalizada aqui pelo vosso carissimo.

Basicamente o processo prende-se com criar máscaras (stencils) e pulverizar a t-shirt com lixivia. eu fui um passo mais longe e usei um pincel, em vez de criar um stencil super complicado e dificil de recortar.
fica aqui o link para o post original caso queiram ver outras alternativas: http://www.bladediary.com/forum/viewtopic.php?t=408

OK! vamos começar!

Material necessário:

1-Uma tshirt preta. de preferencia uma sem desenhos e que nao usem muito, pk é provavel que a primeira nao saia muito bem.
2-Um frasco de perfume vazio para encher com lixívia
3-um pincel (pode ser dos 300...)
4-um desenho de uma guitarra ou de outra coisa qq, desde que se veja minimamente vem a silhueta
5-um x-acto ou um bisturi se tiverem





Recortar a máscara

peguem no desenho ou imagem do que querem colocar na tshirt e com o xacto separem o objecto da pagina. nao cortem à toa, pk ambos os pedaços da pagina são importantes. por isso cuidadinho! Evitem fazer numa mesa boa. se puderem coloquem um cartao por baixo. eu nao coloquei e lá foram mais uns riscos prá colecção...




Primeira demão!

coloquem a silhueta do desenho (neste caso a lespaul) em cima da tshrit na zona onde querem que apareça. Depois basta pulverizar um bocado com lixivia à volta, e rapidamente vão ver a cor a ficar mais e mais clara. provavelmente em direcção ao castanho/laranja, assim como ferruguem. dependendo do pulverizador que uzem, algumas gotas de lixívia podem sair maiores, e por isso dar nao sair muito homogenio, mas pode ser que gostem do efeito.




Ver o efeito

Retirem a máscara de cima da tshirt para ver o efeito da primeira camada de cor. Vão ver uma silhueta da imagem que escolheram. no meu caso, a lespaul está bem vincada e nota-se bem que modelo é.
extra: eu peguei nas duas mascaras e coloquei-as ligeiramente desalinhadas, de modo a pulverizar a lateral da guitarra para dar o efeito de espessura da madeira.




Adicionar detalhes:

o desenho já se parece com qq coisa, mas com um bocado mais de paciencia e empenho, transformamos uma silhueta curtida num desenho fantastico (e nao precisam de talento, basta seguir o modelo).
Retirem a tampa do frasco de lixivia e tenham-no ali ao pé. vamos ter que nos fazer servir do pincel para adicionar detalhes.




Pinceladas:

Peguem na mascara que sobrou e coloquem-na na tshirt. Agora, com o pincel molhado em lixívia, lentamente sigam a linha do papel, de modo a fazer o contorno do desenho. neste caso, simula o biding, mas pode também ser só uma linha para dar um look artistico. Evitem que o pincel tenha muita lixívia, pk senao mal toca no tecido, grande parte da lixívia é absorvida pela tshirt e fica ali uma mancha grande. aconteceu comigo, mas podia ter sido evitado passando o pincel no rebordo do frasco de lixivia para retirar o excesso. demora mais a pintar o contorno, mas fica muito melhor que o que eu fiz.




Adicionar os elementos interiores:

Coisas como os afinadores, potenciometros, nao são mais que pequenas pintas no desenho. o pior foi mesmo os pickups, que tive que ter cuidado com o excesso de lixivia no pincel para nao borratar. Simplesmente limitei-me a seguir o desenho e ver mais ou menos onde são os pickups e potenciometros, etc, e pintar simples manchas, nada de elaborado, até pk a tecnica nao permite.




Detalhes Finais:

eu como ja estava todo confiante e armado em artista, arrisquei fazer o reflexo do corpo da lespaul, e colocar também os trastes, se bem que esta guitarra se fosse verdadeira tinha praí uns 40 trastes. é o que dá nao usar regua Very Happy
basicamente foi só pintar com lixivia. sempre tendo cuidado para nao ter demasiada lixivia no pincel. para verem o efeito rapidamente basta sobrar para a zona pintada para secar a lixivia mais depressa.




Último passo:

vestir a tshirt e desfilar em grande estilo!






Espero que tenham gostado, coloquem aí as vossas criações!

Fonte http://www.guitarradas.com/novidades-noticias-f10/t-shirts-personalizadas-com-lixivia-ah-pois-e-t1408.htm

Roccat Card


Eu já tenho o meu =)

Roccat Card

Erro 80072f8f

Erro 80072f8f do Windows Update

Se receber o erro 80072f8f do Windows Update quando procurar actualizações, a data e a hora do computador podem não ser iguais à data e à hora do serviço Windows Update online. O computador e o serviço não necessitam de ter uma data e uma hora idênticas mas se forem bastante diferentes, será impedido de procurar actualizações. Os passos seguintes são as soluções mais comuns para este código de erro. Para mais informações avançadas de resolução de problemas, consulte este artigo da Base de Dados de Conhecimento no Web site na Ajuda e Suporte da Microsoft.

Para alterar a data e a hora do computador

  1. Abrir a Data e hora clicando no botão IniciarImagem do botão Iniciar, clicando em Painel de Controlo, clicando em Relógio, Idioma e Região e, em seguida, clicando em Data e hora.

  2. No separador Data e Hora, certifique-se de que a data e a hora do computador estão correctas. Caso contrário, clique em Alterar data e hora. São necessárias credenciais de administrador Se lhe for pedida uma palavra-passe de administrador ou uma confirmação, escreva a palavra-passe ou dê a confirmação.

  3. Na caixa de diálogo Definições de Data e Hora, proceda do seguinte modo:

    • Para alterar a data, em Data, clique nas setas esquerda ou direita para localizar o mês actual no calendário e, em seguida, clique na data actual.

    • Para alterar a hora, em Hora, faça duplo clique na hora, minutos ou segundos que pretende alterar e, em seguida, clique nas setas para aumentar ou diminuir o valor.

  4. Quando terminar a alteração das definições de hora, clique em OK.

Nota

Nota

Se o seu fuso horário aderir à hora de Verão e quiser que o relógio do computador seja ajustado automaticamente quando a hora de Verão muda, no separador Data e Hora, clique em Alterar fuso horário e, em seguida, certifique-se de que a caixa de verificação Ajustar automaticamente o relógio para a Hora de Verão está seleccionada.

Para sincronizar o relógio do computador com um servidor de horas da Internet

Quando sincroniza o relógio do computador com um servidor de horas na Internet, o relógio do computador é actualizado em função do relógio do servidor de horas. Isto ajuda a garantir a precisão do relógio do computador. Normalmente, o relógio do computador é sincronizado com o servidor de horas na Internet uma vez por semana desde que o computador tenha sido ligado à Internet para que a sincronização ocorra.

Nota

Nota

Se o computador estiver num domínio, não é possível sincronizar o relógio com um servidor de horas da Internet. Terá de alterar manualmente a data e a hora do computador. Para o fazer, siga os passos em "Para alterar a data e a hora do computador" acima.

Se o computador não estiver num domínio, siga os passos abaixo para sincronizar o relógio do computador com um servidor de horas na Internet.

  1. Clique no botão IniciarImagem do botão Iniciar, clique em Painel de Controlo, clique em Relógio, Idioma e Região e, em seguida, clique em Data e Hora.

  2. Clique no separador Hora da Internet e, em seguida, clique em Alterar definições. São necessárias credenciais de administrador Se lhe for pedida uma palavra-passe de administrador ou uma confirmação, escreva a palavra-passe ou dê a confirmação.

  3. Clique em Sincronizar automaticamente com um servidor de horas na Internet, seleccione um servidor de horas e clique em OK.

Se o problema persistir depois de efectuados estes passos, visite o Web site do Centro de Suporte do Windows para tentar localizar mais informações acerca do código de erro ou para solicitar suporte através de correio electrónico.

Termo de procura da Ajuda e Suporte: WindowsUpdate_80072f8f

terça-feira, dezembro 29, 2009

*Nova técnica de Carjacking*

Fazem-te uma espera num parque ou onde quer que estejas estacionado e, depois de saíres do carro eles mudam-te a matrícula, ficando à coca até arrancares.

Depois seguem-te, ultrapassam-te e exibem-te a matrícula pela janela, como se ela se tivesses desprendido do teu carro.

Talvez fiques um pouco espantado por ver a tua matrícula ali mas, ainda sem desconfiar e porque a queres recuperar, resolves abrandar para te encontrares com quem tão generosamente parou para te apanhar e devolver a matrícula que nem reparaste que tinha caído.

Parar é tudo o que eles querem e, quando te apercebes, é tarde demais e tens sorte se não fores violado ou morto.

*Não pares, seja por que motivo.*

Uma matrícula não vale nada comparado com a tua vida e integridade física.

Pensa no que está realmente a acontecer, antes de reagires.


Os criminosos são espertos mas podem ser extremamente violentos quando querem conseguir alguma coisa.

Hi5 vs Facebook

Quantos de nós não ouvimos já falar do Hi5? Cheguei a criar uma conta há um ano e pouco, mais para experimentar, mas nunca morri de amores por ele. Nem perc ebo como pode alguém gostar de algo tão fútil e superficial! É tão… “Morangos com açúcar”! Se continuo a dizer mal deles, ainda fico sem audiência! hahahahah Uma série de acasos levaram-me a conhecer o FACEBOOK, algo bem mais completo, sóbrio e interessante! Registei-me há dias, ainda estou a explorar todo o sistema, mas aconselho-o a qualquer um (é grátis). O que é? Bem, trata-se de uma rede social (à semelhança do Hi5) mas que permite procurar pessoas pelos seus interesses, entre outros critérios. É claro que possui outras tantas funcionalidades mas esta para mim é a principal. Algo que o Hi5 não tem, nem nunca virá a ter pelo aspecto da “coisa”. Vejamos então a review curiosa, que subscrevo, deste atento cibernauta acerca do Hi5 (que encontrei por mero acaso). Achei por bem sublinhar os aspectos que achei mais importantes: «O Hi5 está a por em risco o negócio milenar das casas de alterne. Quem não sabe o que é o Hi5? O mítico site para convívio social tornou-se quase a religião das camadas mais jovens. Afinal de contas é um magnífico “sítio” para se fazerem “amigos” que provavelmente nunca veremos na vida! O conceito é até relativamente simples: cria-se uma página de perfil, na qual pomos informações acerca de nós (idade, estado civil, altura, gostos,… sejam elas verdadeiras ou não), colocamos umas quantas fotos nossas e estamos prontos para fazer “amigos”! A partir desse momento, os milhões de membros desta comunidade poderão ver os nossos formosos focinhos e se nos acharem piada adicionam-nos como “amigos”. Assim se cria e começa um jogo onde quem tiver mais “amigos” é mais popular. Eis a essência de tal clube – uma luta (virtual) pela popularidade, um escape para a crueldade do Mundo real. I) O profile: Eis a nossa própria página, onde poderemos ser quem quisermos! E vejam só – podemos inventar tudo sobre nós, até o nome ou o sexo (o que é, sem dúvida, uma boa opção no caso do nosso nome ser Asdrúbal Coito Raimirando)! Assim sendo, a tua mais recente “amiga” chamada “Rakel_Loukinha_69” de Setúbal pode na verdade ser um “Paneleiro_Que_Te_Vai_Perseguir_E_Dilacerar_O_Anus_147” que mora a dois quarteirões de ti e a tua “SexyGirl_18aninhos” pode até ser muito gira mas pesar mais 150 Kg do que pensavas. Fabuloso! É deveras arrepiante observar os nicknames que andam por aí no mundo das pitas e dos mitras. Temos a “AkEwA MuNiNaH Ki Ti AdoWa MuItuHhHhh” (não, o meu Caps Lock não avariou, isto é mesmo assim), o “Puto do Guetto – Props ao gang du bairruh!”, o “Emo_trixtinhuh_tenham_pena_de_mim”, a “PunkLady_Allstars”, e o mítico “Tesudo_19cm_mostra_vergalho_na_webcam”. É também de extrema importância que no nosso profile inclua um pequeno texto sobre nós, no qual nos descrevemos como pessoas e é ao ler estas “descrições”, escritas pelos utilizadores do Hi5, que nos apercebemos de como o mundo em que vivemos é belo – todas as pessoas de lá são “simpáticas, divertidas, brincalhonas, interessantes, amigas, felizes, solidárias”! O maior defeito que podemos encontrar numa descrição de um profile é, regra geral, “um pouco teimoso” ou “às vezes um bocadinho preguiçoso”. Nada de pessoas cínicas, hipócritas, sanguinárias, cruéis, violentas, ignorantes, mal encaradas, rezingonas, merdosas ou qualquer outro adjectivo que faça parecer que não vivemos numa utopia. Depois de colocarmos os nossos dados pessoais e a nossa descrição, deveremos colocar uma foto. A foto deverá mostrar os nossos maiores atributos (seja um par de mamas tamanho D, uns peitorais à ginásio, um grande traseiro, etc.). É também de extrema importância acrescentar “textos” (do mais ridículo que possa haver) às nossas fotografias tais como “Eu Lolololol”, “Simplesmente Eu lololol no comments XDXDXD” ou “Eu no WC a cagar aquilo tudo”). Depois disso, rezem para que o vosso focinho e corpo sejam engraçados o suficiente para que consigam fazer “amigos”. II) Os principais tipos de utilizador: Vamos então dividir os diferentes tipos de utilizadores do hi5. Passo por isso a mostrar o seguinte gráfico, comprovado como verídico segundo um estudo do conceituado DCRB (Departamento Científico da República das Bananas), do qual eu próprio, por mero acaso, sou presidente, fundador, funcionário e empregado de limpeza: Ora, em primeiro lugar temos as pitas, com os seus hi5 irritantemente coloridos, cheios de mariquices brilhantes, músicas e vídeoclips “da moda”, fotos dignas de uma revista Gina e comentários hipócritas das suas “amigas” tais como “eX mt KidAh e FofInhAh dU tiPoh Di AmiGax Ki adOruhhh TeR lolololol XD DepOiX PaXa nUh MEU ProFile = ))) ExA BlUsAh fiCa tih meXmU Bemm!!!!! BeiJinHux FofUx, PoRta Ti MaL” (o que, tendo em conta que calinadas na ortografia hoje em dia são motivo de orgulho, traduzindo, significa: “Pronto já comentei essa tua foto em que a mini-saia mal te tapa as nádegas, grande porca oferecida, agora vai ao meu perfil porque pus uma foto nova do meu maior decote. Morre vaca, és uma falsa e essa blusa fica-te mesmo mal, otária gorda de merda!”). As pitas, regra geral, põem fotos que as favoreçam e façam parecer mais velhas para atrair “gajos bons” (traduzo novamente: gajos com aparência de D’ZRT, carro, popularidade, e Q.I. igual ao do pneu do carro). Em segundo lugar, temos as aberrações do sexo masculino. Ora estes fazem o simétrico às pitas. Colocam fotos nas quais exibem os seus atributos mais importantes (uma foto tirada pelo próprio aos seus peitorais, em frente ao espelho com o texto “Ai, tiraram me esta foto quando estava distraído, LOLOLOL!! Hihihihi!”) com o motivo de conseguirem arranjar “amigas” e, consequentemente, uma garota para levarem para a cama. Os grunhos tendem a ter o seu profile cheio de erros ortográficos dignos de um rapazola de cinco anos que entrou na primeira classe sem metade do cérebro (“cítio do custume”, “sinplesmente eu”, “eu num carro de vonbeiros”). Os Mitras/Basofes/Gunas tendem com ainda mais intensidade a por fotos suas em roupas “à hip-hop”, com uma qualquer arma numa mão e com um qualquer espasmo na outra mão que lhe coloca os dedos em posições que desafiam as leis da anatomia. Temos de seguida a quase metade de utilizadores que visita os profiles das pitas, deixando-lhes comentários do géNero* “Mostro o meu pau na webcam, adiciona-me.”, “Ai és muito fofa… Quero te comer LOLOLOL!” ou “Ai que fofinha que estás nessa foto, apesar de teres só catorze anos! Adiciona-me para nos conhecermos melhor! =)” (o que, na verdade, quer dizer: “És podre de boa, talvez eu te possa dar-te uma às escondidas já que não arranjo onde os despejar.”). Seguem-se as piadas, nas quais se incluem profiles falsos de famosos (que estão sempre recheados de “amigos”, uma técnica muito útil para se ser popular é ter-se o nickname “Diana Chaves”), os profiles falsos feitos por “amigos” para humilhar alguém, os profiles cuja única foto é uma imagem a dizer “Não tenho foto mas juro que sou bonito pa caral**!” e todas as outras montanhas de páginas que conseguem fazer menos figuras tristes do que as que acima referi. III) O funcionamento: Agora que já têm um belo de um profile e um mui rico grupo de “amigos”, começa a rotina – aceitar amigo, rejeitar amigo; pedir para ser amigo; ler comentários; postar mais uma foto; visitar profiles de amigos e comentá-los; deixar um comentário “fofo” àquela gaja boa que vos aceitou no outro dia na esperança que ela vos coma; etc.; etc.; etc.. Na sua essência, o Hi5 funciona como um sistema auto-sustentável: as pitas são pescadas pelos grunhos, mitras basofes, gunas, etc. para posteriormente serem comidas. Depois de serem comidas, voltam ao seu estado de espera até serem comidas por mais alguém. Os “(desespera/tara)dos" sexuais comem, basicamente, tudo o que lhes apareça à frente, incluindo os grunhos, mitras, etc.. Portanto, temos uma espécie de teia alimentar em cuja base se encontram os vegetais (neste caso as pitas que, por ironia do destino, possuem a mesma capacidade cerebral que os vegetais), que por sua vez são comidas pelas diversas espécies (de gunas, mitras, grunhos, basofes, etc.). No meio desta selva, há um super-predador, que devora tudo o que lhe aparece à frente (os tarados). IV) Peroração (Conclusão): O Mundo está cada vez mais mudado, cada vez mais estranho. Os estereótipos, as etiquetas, são cada vez mais comuns e seguidas, as novas religiões podem ser seguidas nas TV’s ou nos PC’s. Os média são Deus e as televisões, a Internet, as revistas, jornais e panfletos são os seus sacerdotes. Neste jogo de popularidade está espelhado um mundo quase ideal e é esse o motivo do seu sucesso. Torna-se sem dúvida muito mais fácil ser-se quem se quer ser mas não se consegue, usar máscaras, adquirir e seguir modelos e fazer um “amigo(a)” sem termos que ter uma conversa com ela, bastando para tal carregar num qualquer botão que diga “aceitar”. Torna-se quase possível resolver todas as necessidades sociais do indivíduo. O vício, o prazer dos jovens de hoje é o seguir etiquetas, ser-se social para se ser popular, o centro das atenções, um ícone aos olhos dos outros à semelhança dos seus ídolos. Parece que o prazer e o modo como o podemos obter está cada vez mais simples, bastando para tal uma dúzia de clicks.» Posto isto, nada mais tenho a acrescentar. Infelizmente, não consegui descobrir quem escreveu esta pérola, pois este é um comentário sério e realista mas hilariante ao mesmo tempo. Fenomenal. Quem quer que sejas, “se me estás a ouvir”, muitos parabéns!

Fonte: http://www.videogamer-pt.com/hi5-umas-quantas-verdades-t-1430.html

terça-feira, dezembro 22, 2009

SIGG Bottles!

Finalmente as garrafas Sigg!

Esta é uma boa notícia para as pessoas que têm uma consciência eco-friendly.

As Sigg são perfeitas para quem passa o dia todo a beber àgua (se não passam, devíam!) e andam sempre com uma garrafa atrás. Hoje em dia, enchemos os caixotes do lixo e os ecopontos(quem faz reciclagem, claro!) com toneladas de garrafas de plástico sem necessidade... Para além de que a reutilização de garrafas de plástico não ser a opcção mais saudável... Eu, pelo menos, já me deparei com garrafas com cheiros manhosos ou àgua com sabores estranhos depois de algumas utilizações ou de a àgua estar na garrafa mais algum tempo. Com as Sigg não há cheiros nem sabores e podemos utilizá-la pelo resto da nossa vidinha.

Eu já tenho a minha e aconselho vivamente. Há com imensos padrões e vários tamanhos.

Não custa nada contribuirmos para a diminuição de desperdício no nosso planeta, mesmo que sejam com pequenos gestos.

Vejam aqui.

112 Urgente

Um polícia do 112 atendeu o telefone e foi anotando o pedido de socorro:
- POR FAVOR, MANDEM ALGUÉM, URGENTE, ENTROU UM GATO AQUI EM CASA!
- Mas como assim, um gato em casa ?
- UM GATO ! ELE INVADIU A MINHA CASA E ESTÁ A CAMINHAR NA MINHA DIRECÇÃO.
- Mas como assim? Você quer dizer, um ladrão?
- NÃO, FODA-SE ! OU A FALAR DE UM GATO MESMO, DESSES QUE FAZEM MIAU,
- Mas o que tem de mais um gato ir na sua direcção ?!
- ELE VAI-ME MATAR, PUTA QUE VOS PARIU ! E VOCÊS SERÃO OS CULPADOS!
- Quem está a falar! ?!
- É O PAPAGAIO, CARALHO!

Alentejanos

Uma pesquisadora do IFADAP bate a uma porta num monte

perdido no interior do Alentejo e pergunta ao agricultor ...

- Esta terra dá trigo?
- Nã senhora - responde o alentejano.
- Dá batata?
- Tamém nã!
- Dá feijão?
- Nunca deu um!
- Arroz?
- De manera nenhuma!
- Milho?
- Tá gozando comigo?!
- Quer dizer que por aqui não adianta plantar nada?
- Ah! Se plantar já é diferente ...

O frango atravessou a rua... porquê?

O PROBLEMA DO FRANGO ATRAVESSAR A RUA,
SEGUNDO A OPINIÃO DE ILUSTRES PENSADORES DO PASSADO E DO PRESENTE
O frango atravessou a rua. Porquê?

Professora Primária
"Porque o frango queria chegar ao outro lado da rua."

Criança
"Porque sim."

Platão
"Porque queria alcançar o Bem."

Aristóteles
"Porque é da natureza do frango atravessar a rua."

Descartes
"O frango pensou antes de atravessar a rua, logo, existe."

Rousseau
"O frango por natureza é bom; a sociedade é que o corrompe e o leva
atravessar a rua."

Freud
"A preocupação com o facto de o frango ter atravessado a rua é um
sintoma de insegurança sexual."

Darwin
"Ao longo dos tempos, os frangos vêm sendo seleccionados de forma
natural, de modo que, actualmente, a sua evolução genética fê-los
dotados da capacidade de cruzar a rua."

Einstein
"Se o frango atravessou a rua ou se a rua se moveu em direcção ao
frango, depende do ponto de vista... Tudo é relativo."

Martin Luther King
"Eu tive um sonho. Vi um mundo no qual todos os frangos livres podem
cruzar a rua sem que sejam questionados os seus motivos. O frango
sonhou."

George W. Bush
"Sabemos que o frango atravessou a rua para poder dispor do seu
arsenal de armas de destruição massiça. Por isso tivemos de eliminar o
frango."

Cavaco Silva
"Porque é que atravessou a rua, não é importante. O que o país precisa
de saber é que, comigo, o frango vai dispor de uma conjuntura
favorável. Não colocarei entraves para o frango atravessar a rua."

José Sócrates
"O meu governo foi o que construiu mais passadeiras para frangos.
Quando for reeleito, vou construir galinheiros de cada lado da rua
para os frangos não terem de a atravessar. Cada frango terá um
documento único de identificaçãoo e será avaliado e tributado de
acordo com a sua falta de capacidade para atravessar a rua."

Mário Soares
"Já disse ao frango para desistir de atravessar a rua! Eu é que vou
atravessar! Não vou desistir porque sei que os portugueses querem que
eu atravesse outra vez a rua!!!"

Manuel Alegre
"O frango é livre, é lindo, uma coisa assim... com penas! Ele
atravessou, atravessa e atravessará a rua, porque o vento cala a
desgraça, o vento nada lhe diz!"

Jerónimo de Sousa
"A culpa é das elites dominantes, imperialistas e burguesas que
pretendem dominar os frangos, usurpar os seus direitos e aniquilar a
sua capacidade de atravessar a rua, na conquista de um mundo
socialista melhor e mais justo!"

Francisco Louçã
"Porque é preciso dizer olhos nos olhos que só por uma questão racista
o frango necessita de atravessar a rua para o outro lado. É uma
mesquinhice obrigar o frango a atravessar a rua!"

Valentim Loureiro
"Desafio alguém a provar que o frango atravessou a rua. É
mentira...!!! É tudo mentira!!!"

Paulo Bento
"O frango atravessou a rua com naturalidade... Era isso que esperávamos
e foi isso que aconteceu, com muita naturalidade. O frango ainda é
muito jovem e estas coisas pagam-se caro, com naturalidade!!!"

Zézé Camarinha
"Porque foi ao engate! É um verdadeiro macho, viu uma franga camone do
outro lado da rua e já se sabe, não perdoou!!!"

Lili Caneças
"Porque se queria juntar aos outros mamíferos."

Pimba do ano

DEFINITIVAMENTE NÃO HÁ PALAVRAS PARA O DESCREVER ....



O PIMBA DO ANO!!!!


Parem de procurar mais, já foi encontrado o PIMBA DO ANO!!!


Pontos fortes: a música, a roupa, a dança, o vídeo-clip, os últimos
acordes desesperados, a VOZ,
a letra da canção (deliciosa) e por fim, talvez o principal, a
sensualidade...

http://sorisomail.com/email/7919/o-pimba-do-ano.html

Fez-se Justiça, finalmente...

Fez-se Justiça, finalmente...
A justiça portuguesa está de parabéns!
Depois de anos e anos a batalhar eis que surgem os primeiros resultados:
· Desde a morte de Francisco Sá Carneiro e do eterno mistério que a rodeia,
· Ao desaparecimento de Madeleine McCann,
· Ao caso Casa Pia
· Do caso Portucale
· Operação Furacão
· Da compra dos submarinos
· Às escutas ao primeiro-ministro
· Do caso da Universidade Independente
· Ao caso da Universidade Moderna
· Do Futebol Clube do Porto
· Ao Sport Lisboa Benfica
· Da corrupção dos árbitros
· À corrupção dos autarcas
· De Fátima Felgueiras
· A Isaltino Morais
· Da Braga parques
· Ao grande empresário Bibi
· Das queixas tardias de Catalina Pestana
· Às de João Cravinho
· Dos doentes infectados por acidente e negligência de Leonor Beleza com o vírus da sida
· Do miúdo electrocutado no semáforo
· Do outro afogado num parque aquático
· Das crianças assassinadas na Madeira
· Do mistério dos crimes imputados ao padre Frederico
· Do autarca alentejano queimado no seu carro e cuja cabeça foi roubada do Instituto de Medicina Legal
· A miúda desaparecida em Figueira
· Todas as crianças desaparecida antes delas, quem as procurou
· As famosas fotografias de Teresa Costa Macedo. Aquelas em que ela reconheceu imensa gente 'importante', jogadores de futebol, milionários, políticos.
· Os crimes de evasão fiscal de Artur Albarran
· Os negócios escuros do grupo Carlyle do senhor Carlucci em Portugal.
· O mesmo grupo Carlyle onde labora o ex-ministro Martins da Cruz, apeado por causa de um pequeno crime sem importância, o da cunha para a sua filha.
· E aquele médico do Hospital de Santa Maria, suspeito de ter assassinado doentes por negligência...
· BPN, BCP, BPP
· Vale e Azevedo
· Freeport

Pois é... a justiça portuguesa está de Parabéns!
Depois de anos e anos a batalhar eis que surgem os primeiros resultados.
Prenderam um jovem que fez um download de música ...
VIVA!!!!
Primeiro português condenado à prisão por pirataria musical na Internet!...
O Indivíduo poderá passar entre 60 a 90 dias atrás das grades por ter feito o download e partilhado música ilegalmente com outros utilizadores!...

quinta-feira, dezembro 17, 2009

Advogado é sempre advogado

O advogado estava chegando tarde à uma importante reunião no escritório e não encontrava estacionamento.

Ele para o carro na fila dupla, levanta as mãos ao céu, fecha os olhos e diz:

- Senhor, por favor, me arruma um estacionamento e te prometo que irei à Missa todos os domingos pelo resto da minha vida, deixo as putas, o álcool e o jogo...

Além disso, não transarei mais com minhas colegas do escritório nem com a minha secretária,que são casadas...

Nesse instante, milagrosamente, aparece um lugar para estacionar na porta do edifício.

O sujeito estaciona e diz:

- Não se preocupe mais, Senhor, já achei uma vaga!

segunda-feira, dezembro 14, 2009

Windows XP Service PAck Download PT-PT

Download Windows XP SP2
http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?displaylang=pt-pt&FamilyID=049c9dbe-3b8e-4f30-8245-9e368d3cdb5a

Download Windows xp sp3
http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?displaylang=pt-pt&FamilyID=5b33b5a8-5e76-401f-be08-1e1555d4f3d4

Download Windows xp sp1
http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?familyid=0136E5F8-1684-4202-B2D0-C6A43430F12A&displaylang=pt-pt

Frase do Dia

Qualquer idiota pode fazer uma regra e qualquer idiota a seguirá.

sexta-feira, dezembro 11, 2009

Resumo dos Boletins de Segurança Microsoft - Dezembro 2009

A Microsoft publicou 6 boletins de segurança em 8 de Dezembro, que abordam ao todo 12 vulnerabilidades em produtos da empresa. A exploração destas vulnerabilidades permite desde a execução remota de código até a negação de serviço (DoS).

No momento da publicação deste resumo há informações sobre a códigos maliciosos (exploits) disponíveis publicamente que exploram as vulnerabilidades dos boletins MS09-072 (Internet Explorer).


Severidade

  • Crítica

    • MS09-071: Vulnerabilidades no Internet Authentication Service
      Vulnerabilidades que permitem a execução remota de código

    • MS09-072: Vulnerabilidades no Internet Explorer
      Atualização acumulativa

    • MS09-074: Vulnerabilidade no Microsoft Office Project
      Vulnerabilidade que permite a execução remota de código

  • Importante

    • MS09-069: Vulnerabilidade no Local Security Authority Subsystem Service
      Vulnerabilidade que permite que se cause negação de serviço (DoS)

    • MS09-070: Vulnerabilidades no Active Directory Federation Services
      Vulnerabilidades que permitem a execução remota de código

    • MS09-073: Vulnerabilidade no WordPad e Office Text Converters
      Vulnerabilidade que permite a execução remota de código

  • Moderada

    • Nenhum boletim

  • Baixa
    • Nenhum boletim

O sistema de classificação de severidade das vulnerabilidades adotado pelo CAIS neste resumo é o da propria Microsoft. O CAIS recomenda que se aplique, minimamente, as correções para vulnerabilidades classificadas como Críticas e Importantes. No caso de correções para vulnerabilidades classificadas como Moderadas o CAIS recomenda que ao menos as recomendações de mitigação sejam seguidas.

  • Crítica Vulnerabilidades cuja exploração possa permitir a propagação de um worm sem a necessidade de interação com o usuário.
  • Importante Vulnerabilidades cuja exploração pode resultar no comprometimento de confidencialidade, integridade ou disponibilidade de dados de usuários ou a integridade ou disponibilidade de recursos de processamento.
  • Moderada exploração é mitigada significativamente por fatores como configuração padrão, auditoria ou dificuldade de exploração.
  • Baixa uma vulnerabilidade cuja exploração seja extremamente difícil ou cujo impacto seja mínimo.


Correções disponíveis

Recomenda-se atualizar os sistemas para as versões disponíveis em:



Mais Informações



Identificador CVE (http://cve.mitre.org):
CVE-2009-0102, CVE-2009-2493, CVE-2009-2505, CVE-2009-2506,
CVE-2009-2508, CVE-2009-2509, CVE-2009-3671, CVE-2009-3672,
CVE-2009-3673, CVE-2009-3674, CVE-2009-3675, CVE-2009-3677

Dúvida



Hoje um informático perguntou-me como é que se faziam 29 copias de um CD com dados...

eu pergunto-me isto é normal?

Frase do Dia

As coisas que sabemos melhor são as coisas que não nos ensinaram

segunda-feira, dezembro 07, 2009

Com parte dos seus esforços para tornar a Internet mais rápida, ontem o Google liberou o Public DNS, seu próprio serviço de resolução de DNS público, que chega para concorrer com os das operadoras de Internet e o mundialmente conhecido OpenDNS.

Trocando em miúdos, o que o DNS faz é “traduzir” domínios para IPs, e vice-versa. Graças a esse importante serviço, podemos acessar sites digitando seus endereços (domínios), ao invés dos endereços reais, no caso, os IPs. Praticamente todos os provedores de Internet têm seus próprios serviços de DNS, e fora eles, o que mais se destaca é o OpenDNS, que se bem configurado, realmente torna a navegação mais fluída.

O Google, que já faz tempo dedica parte de seus esforços para tornar a Internet mais rápida, através de iniciativas como o navegador Chrome e o protocolo SPDY, colocou parte de seus engenheiros para trabalhar num serviço de DNS público que consiga lidar melhor com as necessidades do usuário médio, que diariamente faz uso centenas de vezes do servidor DNS. Assim surgiu o Google Public DNS.

Um dos grandes trunfos desse serviço é a facilidade em memorizar os endereços: 8.8.8.8 e 8.8.4.4. Eles podem ser inseridos nas configurações do sistema operacional, ou diretamente no roteador. Nesta página há instruções mais detalhadas aos menos familirizados.

Além de velocidade, o Google Public DNS está a par com todas os padrões (nada de redirecionamentos e/ou páginas de erro personalizadas) e diretrizes de segurança do segmento. O único problema, especialmente para os mais neuróticos, diz questão à privacidade. Ciente disso, a empresa liberou uma página dedicada ao tema, onde, resumidamente, diz que a intenção do serviço é agilizar a conexão à web, colhendo o mínimo possível de informações do usuário.

Fonte: Google Official Blog.

a-z-de-copenhaga

Adaptação
Adaptar-se a um mundo mais quente será inevitável. Diferentes países, porém, têm diferentes capacidades para adoptar medidas nesse sentido. A adaptação, quem a deve pagar e como, é por isso um tema central em Copenhaga.

“Bunkers”
No jargão internacional chamam-se international bunker emissions as emissões dos aviões e dos navios – que contruibuem com quase dez por cento da parcela humana no aquecimento global, mas que ainda não estão regulamentadas internacionalmente. Embora o assunto esteja nas mãos das agências internacionais da aviação (ICAO) e marítima (IMO), Copenhaga poderá trazer novidades sobre o assunto.

Comparabilidade
Um acordo pós-Quioto poderá incluir tipos diferentes de compromissos quanto à limitação das emissões de CO2. É preciso, por isso, garantir que sejam todos comparáveis entre si. A “comparabilidade” é uma palavra-chave nas negociações, estando já prevista no Plano de Acção de Bali, aprovado há dois anos.
6 de Dezembro de 2009 21:40
Conta-Corrente disse...

Dióxido de carbono
É o gás que mais pesa na contribuição humana para o aquecimento global. Através, sobretudo, da queima de combustíveis fósseis, a concentração de CO2 na atmosfera subiu de 280 partes por milhão (ppm) na era pré-industrial, para cerca de 385 ppm agora. Para tentar conter o aumento da temperatura da Terra a dois graus Celsius, a concentração deveria estabilizar em 450 ppm, aí incluídos outros cinco gases com efeito de estufa.

Emissões
Chegar a um consenso sobre metas de redução ou de limitação das emissões de gases com efeito de estufa será um dos pontos mais problemáticos de um novo tratado climático. O IPCC diz que, para uma estabilização a 450 ppm, é preciso que, até 2020, os países desenvolvidos reduzam as suas emissões em 25 a 40 por cento. Ao mesmo tempo, os países desenvolvidos têm de limitar “substancialmente” o aumento da suas emissões – a menos 15 a 30 por cento do que é esperado.

Financiamento
O financiamento à adaptação e à mitigação das alterações climáticas é outros dos pontos-chave das negociações. A União Europeia estima que os países em desenvolvimento vão precisar de 100 mil milhões de euros anuais de financiamento a partir de 2020. De onde virá o dinheiro e como será gerido é algo que está sobre a mesa.
6 de Dezembro de 2009 21:41
Conta-Corrente disse...

G77
Esta é a sigla que designa o grupo dos países em desenvolvimento nas conferências climáticas da ONU. Embora estas nações se apresentem unidas, divergem entre si em vários pontos, conforme os seus interesses particulares. Genericamente, insistem em que os países desenvolvidos devem ser os primeiros a reduzirem as suas emissões, enquanto ao resto do mundo deve ser reconhecido o direito ao desenvolvimento, com consequente aumento de emissões.

História
A história do papel humano nas alterações climáticas coincide com a história do desenvolvimento dos países hoje industrializados. Por isso é que as negociações têm por base as “responsabilidades diferenciadas” dos países em relação ao problema. Há pelo menos uma proposta que sugere que eventuais metas de Copenhaga sejam baseadas numa repartição conforme as emissões históricas de cada país.

IPCC
É a sigla, em inglês, do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (Intergovernmental Panel on Climate Change) – criado em 1988 pela ONU e pela Organização Meteorológica Mundial. Publica periodicamente relatórios sobre o que se sabe acerca do aquecimento global, os quais são depois tomados como a base científica para as negociações. Os próprios governos estão envolvidos na redacção do “sumário para decisores políticos”, uma síntese consensual dos relatórios científicos. O último, de 2007, concluiu que há 90 por cento de probabilidade de haver uma contribuição humana no aquecimento global.
6 de Dezembro de 2009 21:42
Conta-Corrente disse...

Jornalistas
A conferência de Copenhaga atrairá uma multidão de jornalistas do todo o mundo e promete ser um dos eventos mais mediáticos da diplomacia ambiental. Na última conferência similar mais importante – a de Bali, em 2007 – foram acreditados cerca de dois mil membros de órgãos de comunicação social.

Legalmente vinculativo
É isto o que se espera das negociações: que cheguem a um acordo internacional legalmente vinculativo. Já poucos acreditam, no entanto, que este resultado seja alcançado agora em Copenhaga. Talvez se possa chegar a um resultado “politicamente vinculativo”, como um passo intermédio, e concluir o tratado propriamente dito numa conferência suplementar em meados de 2010.

Mitigação
A palavra mitigação refere-se a tudo o que pode ser feito para limitar o aumento da concentração de gases com efeito de estufa na atmosfera. Envolve tanto a redução das emissões na indústria e nos automóveis, por exemplo, como mecanismos alternativos para retirar dióxido de carbono da atmosfera – como a gestão de florestas ou a captura e armazenamento de CO2 em depósitos subterrâneos.
6 de Dezembro de 2009 21:43
Conta-Corrente disse...

Negociações
Estão em curso desde a conferência climática de Bali (COP13), em 2007. Houve várias rondas negociais, a última das quais agora, em Barcelona (2 a 6 de Novembro de 2009). Paralelamente, os países que mais emitem CO2 têm discutido o assunto em outros fóruns, como o Major Economies Meeting (MEM), as reuniões do G8 e do G20, e em eventos especiais promovidos pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon. Em Copenhaga, as negociações começam em grupos de trabalho e são decididas em plenários, com muitas consultas informais pelo meio, para desbloquear os pontos mais quentes.

ONU
Tem centralizado todo o debate formal sobre a cooperação internacional no âmbito das alterações climáticas. Em 2007, temeu-se que surgisse uma via paralela, quando o então Presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, criou o Major Economies Meeting (MEM), com os países que mais emitem CO2. Mas afinal, o MEM acabou por afinar pelo diapasão da própria agenda da ONU.

Portugal
Portugal teve um papel central no lançamento das actuais negociações, dado que estava na Presidência europeia durante a decisiva conferência de Bali. Embora tenha, agora, uma protagonismo mais marginal, integrando-se nas posições conjuntas da União Europeia, a experiência negocial desenvolvida em Bali pode ser útil em Copenhaga.
6 de Dezembro de 2009 21:44
Conta-Corrente disse...

Quioto
O Protocolo de Quioto foi assinado em 1997, mas só entrou em vigor em 2005, após oito anos de discussões sobre os seus detalhes de funcionamento. Fixou metas de redução de emissões de carbono para os países industrializados, entre 2008 e 2012, em relação a 1990. Os Estados Unidos, porém, nunca ratificaram o acordo, comprometendo a meta global de 5,2 por cento de redução. Tecnicamente, Quioto não precisa morrer para que nasça um novo acordo climático – e estão em curso negociações sobre metas para um novo período de cumprimento pós-2012. Mas o mais provável é que seja de facto substituído, com as suas bases essenciais eventualmente vertidas para um novo tratado.

REDD
É a sigla para a redução das emissões da desflorestação e degradação da floresta nos países em desenvolvimento – outro tema central em Copenhaga. O que se discute é como incentivar a manutenção da floresta e como valorizar este esforço – por exemplo, pela contabilização de créditos transaccionáveis de emissões de CO2.

Sustentabilidade
O conceito do desenvolvimento sustentável está inerente ao processo de discussão de um novo acordo climático. Já o estava antes: a palavra “sustentável” aparece cinco vezes no Protocolo de Quioto e também cinco vezes no Plano de Acção de Bali, aprovado em 2007.

Tecnologia
O combate às alterações climáticas depende em boa parte de novas tecnologias, sobretudo na área da energia. Muitas já existem, outras terão de ser desenvolvidas ou aperfeiçoadas. O ponto mais crítico do debate é definir sob que moldes e a que custo será assegurada a transmissão dessas tecnologias para os países em desenvolvimento, onde elas mais são necessárias.

Urgência
A experiência passada deixa claro o porquê de tanta pressa para se chegar a um acordo em Copenhaga. Depois da Convenção Quadro das Nações Unidas para as Alterações Climáticas, adoptada em 1992, foram precisos cinco anos até se chegar ao Protocolo de Quioto, e depois mais oito para que este entrasse em vigor. Quioto termina em 2012, portanto só há três anos para pôr o seu eventual substituto a funcionar.

Visão partilhada
Na conferência de Bali, em 2007, ficou definido que as negociações para um novo acordo climático deveriam incorporar uma “visão partilhada” sobre a cooperação mundial, incluindo uma meta global para redução de emissões. Na prática, o horizonte de “longo prazo” será possivelmente 2050 e o número mais falado tem sido o de 50 por cento de redução do CO2 a nível global. Embora não haja, por ora, nada definido, um compromisso para este prazo dilatado poder ser mais fácil de obter do que para metas mais imediatas, até 2020.

Xerife
O holandês Yvo de Boer – o secretário executivo da Convenção Quadro das Nações Unidas para as Alterações Climáticas – é uma espécie de “xerife” das negociações. Embora a conferência de Copenhaga seja presidida pelo Governo da Dinamarca, cabe ao secretário executivo coordenar todo o processo formal das discussões, ao mesmo tempo exercendo pressão para um resultado satisfatório.

ZZZ...
Se chegou a este ponto deste A a Z, pode ir dormir descansado: já sabe o essencial sobre a conferência de Copenhaga. R.G.


Fonte corta Corrente

Frase do Dia

O sucesso tem uma estranha capacidade de esconder o erro

sábado, dezembro 05, 2009

decifra

Site http://decifra.me/
Bem um bom local para queimar o cérebro um bocadito.


As respostas


0 - CLIQUE NA ESFINGE
1 - Azul
2 - Sete
3 - Piramide
4 - Arquimedes
5 - Recife
6 - Genealogia
7 - Octodecagono
8 - Sabado
9 - aspargos
10 - relogio
11 - ades
12 - dezembros
13 - simplicidade
14 - balonismo
15 - gato
16- semsono
17- melancia
18 - peixe
19 - 31313
20 - http://decifra.me/robots.txt
21 - http://decifra.me/caravana/
22 - http://www.youtube.com/watch?v=oHg5SJYRHA0

quinta-feira, dezembro 03, 2009

* Denunciar esta mensagem * Resposta com citações Arroto de ovelha responsável pela poluição

Cientistas australianos tentam criar animal geneticamente modificado, que arrote menos

Imagem


Uma equipa de cientistas australianos está a criar uma espécie de ovelha que arrote menos, por causa da poluição. Isso mesmo: os cientistas querem assim ajudar a combater as alterações climáticas. É que o gás metano, proveniente do processo digestivo, é 17 vezes mais poluente que o gás carbónico.

Na Austrália, há cerca de 8 milhões de ovelhas, que são responsáveis por cerca de 10 por cento das emissões de gases poluentes do país.

Os especialistas do «Sheep Cooperative Research Council» estão a tentar descobrir se há alguma influência genética na produção de arrotos. Se se comprovar esta suspeita, os cientistas ponderam criar um animal mais ecológico.

Até agora, descobriram que metade dos animais testados arrota mais porque... come mais

Frase do Dia

Quem tem confiança em si próprio comanda os outros

Como escolher o tamanho da sua TV

tv

Encontrei esta imagem na net. já da para ter uma ideia na hora de escolher. a nível de dimensão.


Dicas gerais, uma síntese


Tamanho ideal do televisor: É relativo, contudo vale a pena considerar que o sofá deverá estar pelo menos a 2-2.5m de um televisor pequeno (televisor de 20 polegadas, ou seja, 55 cm) lcd. Se quisermos criar um ambiente de cinema, um televisor de 37 polegadas (94cm) visto de uma distância de 3m é perfeito.

Resolução: Vale a pena começar com uma resolução superior a 1024x768 pixel e acima disso apenas o céu é o limite.

Taxa de contraste: Não é necessariamente verdade que quanto maior, melhor. É marcado por dois valores, o mais importante é a proporção (por exemplo, 5000:1). Estes dois números demonstram as cores mais claras e as cores mais escuras. O limite mais baixo é (3000:1) e é o suficiente para os nossos olhos.

Iluminação: No caso de uma TV LCD a iluminação é significativamente melhor do que a de um plasma, isto porque os televisores LCD podem ser vistos perfeitamente à luz do dia ou no ambiente de luz. O limite mais baixo é 400 cd/m2.

Tempo de resposta: Quanto menor, melhor. A média é de 5-6 milissegundos e um tempo de resposta de 4 milissegundos é muito bom. Um tempo de resposta mais longo cansa os nossos olhos a longo prazo, contudo não conseguimos sentir a diferença a olho nú.

Compatibilidade: A maioria das TV's têm entrada scart e componente, mas é uma boa vantagem as TV's que também têm uma entrada de alta definição (HDMI). Esta entrada pode ser utilizada para ligar o leitor de DVD e transmitir um video em alta definição (Full HD) com um som Dolby DTS 5.1. Com um cabo DVI-HDMI, a televisão pode ser ligada a um computador.

TV de alta definição(HD): Se quisermos ver ou gravar algo na TV com uma grande qualidade de imagem, devemos escolher uma TV capaz de gravar uma transmissão em alta definição. Se uma televisão tiver esta característica, estará referenciado na descrição do produto.

quarta-feira, dezembro 02, 2009

Testofobia


-Professora conhece alguém com testofobia ??

-Testofobia...isso não existe !!!

-Existe sim ...é ter medo de fazer testes ...e eu de certeza que devo sofrer dessa doença!!!

Claro...não resisti a uma gargalhada...

-Não se ria, professora...esta doença existe mesmo e eu sofro dela...

Ai está uma boa doença para se ter desde pequenino.


Testofobia... é o medo de fazer provas (escolares).

Frase do Dia


Pelos mesmos caminhos não se chega sempre aos mesmos fins

LinkWithin

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin